Mostrando postagens com marcador interiores. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador interiores. Mostrar todas as postagens

Como montar/reformar um banheiro muito pequeno?

domingo, 6 de maio de 2018 2 comentários

Num tempo distante, aqui ousei inventar uma 'série' de assessoria arquitetônica, tais podem ser encontradas nos links seguintes: ideias para sala de estar de Ju e Léo e home office compacto e algumas idéias para montar o seu.
Funcionou por tempo determinado, embora não fosse o intento.
Decerto, morrerei dizendo que arquitetura não é exclusividade. Até 2015, a porcentagem populacional que nunca contratou qualquer atividade de arquitetura, era de 93%.
Mas, gloriosamente, confio na indispensável função: a social, que está sendo banalizada e usurpada pelo capitalismo selvagem.

Volto com o intento de produzir conteúdos a nível de assessoria (propostas aleatórias) e não de execução. Se houver alguma dúvida, sinta-se em liberdade para me escrever - urbanocubo@gmail.com.

No primeiro momento, apresento um banheiro aleatório com dimensões quase minimas, gostosinho e com propostas práticas.

Conhecendo a planta



O modelo que escolhi possui quase as dimensões minimas necessárias, totalizando 3,75 m² de área. O box conta com 1,50 m x 0,90 m (1,35 m²), sendo o restante para o lavabo e sanitário.


O único elemento não universal dentro do box, é o nicho de apoio na parede. É simples e pode ser feito em qualquer parede, exceto se houver instalações elétrica ou hidráulica e se for estrutural.
Às casas já prontas, pode ser feito um recorte na parede com uma serra de mármore/cerâmica ou ainda, com a serra copo, porém a segunda opção não deixará o recorte com acabamento liso, sendo necessário a aplicação de moldura de mármore, pvc, etc.
Se o banheiro já estiver pronto, é importante lembrar que a profundidade do nicho não deve ultrapassar 0,10 m - com o acabamento, ficará com aproximadamente 0,08 m, dependendo do material -, caso contrário a parede poderá perder resistência.
Se preferir, pode ser feito com a mesma largura da janela.


clique e vá para a loja :)
Clique nessa imagem para acessar a loja

A prateleira sobre a bacia sanitária é a que está acima descrita. No projeto, uma das prateleiras internas não foi montada para caber objetos mais altos, como hidratantes, shampoos, etc.


 clique e aprenda fazer :)
Clique nessa imagem para acessar o "como fazer"


O espelho proporciona amplitude, sensação de maior horizontalidade em ambiente pequeno.


Considerando a circulação justa e a necessidade da abertura da porta (conferir na planta), sugiro que o nicho/armário não possua portas e/ou gavetas.



Como fazer parede de cimento queimado:


A proposta apresentada não é para que você faça réplica, tampouco só existe essa solução para banheiros pequenos. A intenção é que saiba que é possível que esse comodo indispensável pode oferecer aconchego/vontade de permanecer e funcionalidade.

Me conte sua perspectiva!?
Veremos mais um episódio desse, na próxima quinzena 😊

_
Notinhas:
1. Declaro que não farei nenhum serviço que isente a busca pelo profissional de arquitetura. Para reforma e/ou construção, o Conselho de Arquitetura e Urbanismo exige Registro de Responsabilidade Técnica junto ao conselho, tornando a atividade legal;
2. Esse ante-projeto (estudo) foi todo elaborado por mim, com suporte dos softwares SketchUp e V-ray;
3. As imagens não estão com a melhor qualidade e realistas. Ainda estou me familiarizando com o querido renderizador;
4. Loja e blog/site indicados não possuem nenhuma parceria com o Cubo.

Transformando galpão abandonado de 246 m² em um lindo loft no estilo industrial

quarta-feira, 5 de outubro de 2016 2 comentários
Segundo o escritório autor do projeto, Urbana arquitetura, o objetivo era tornar esse galpão abandonado e quase que completamente sem vida (pois possivelmente haviam insetos e mamíferos, habitando), em uma habitação amável e aconchegante.

A fachada estava como nessa foto abaixo, completamente desagradável aos olhos.




O intuito era reaproveitar a maior quantidade de materiais possíveis e reduzir ao máximo todos os gastos.

Acima do dormitório foi implantado um telhado/terraço verde, para que o mesmo se mantenha numa temperatura estável o tempo todo.


As paredes se mantiveram em concreto e a instalação elétrica foi feita externamente usando eletrodutos metálicos, o que remeteu à arquitetura industrial. Esses eletrodutos facilitam a instalação, de modo que você pode mudá-las a qualquer momento sem precisar quebrar as paredes e lajes.



As vigas em aço aparente deram um charme e ao mesmo tempo, a sensação de imponência e rusticidade, pois automaticamente o cérebro te direciona ao pensar no bruto, quando se vê o aço.



O piso vinílico foi aplicado somente no dormitório e sala de estar e os demais cômodos ficaram com o chão em concreto.


A base do sofá é de concreto retirado a partir de uma laje que não era mais útil e as almofadas foram confeccionadas sob medida.





A cozinha foi toda composta por moveis reutilizados!


A telha foi trocada pela telha sanduíche que garante muita resistência e confortabilidade, além de ter uma aparência incrível.



Aos fundos possui um espaço em contato com a natureza.


A foto abaixo é a fachada final. Não teve muitas mudanças além da grande porta que foi pintada. Fez jus à aquele famoso dizer: "quem vê face, não conhece o coração", pois ninguém imagina a maravilhosidade que possui adentro de porta amarela.


Abaixo está o projeto técnico/arquitetonico do loft para que você possa entender melhor...





Eu adorei o resultado e você? Moraria nesse espaço?

Informações e fotos via ArchTendências


As charmosinhas e requisitadas: chairs eames!

terça-feira, 12 de julho de 2016 Nenhum comentário
Charles e Ray Eames, foram um casal de designers norte-americanos, autores de contribuições significativas e notáveis para a arquitetura e mobiliário modernos, com uma vasta obra nos campos do design gráfico e industrial, belas artes e cinema. Por isso os nomes dado aos muitos modelos de cadeiras.
 

Abaixo estão alguns dos modelos dessas cadeiras:







Quem acompanha o blog há algum tempo, sabe que eu gosto de valores de alguns objetos, e o motivo pelo qual o mesmo não está presente em todo lugar. Existem objetos/moveis no mercado que infelizmente ainda são acessíveis pra poucos - me incluo nisso.

Uma cadeira com estrutura em madeira maciça tingida com acabamento em verniz poliuretano e perfil de aço pintado em epóxi-pó que possui assento/encosto em polipropileno e sapatas plásticas, (como a da foto abaixo) custa aproximadamente de R$350,00 a R$450,00, oscilando conforme o fornecedor.

  
Sou apaixonada por essas cadeiras, elas são completamente contemporâneas. Comumente são usadas em cozinha/ sala de jantar, mas acho que ficaria perfeita num dormitório também.













Elas se encaixam em qualquer ambiente, não é mesmo?!


E ai, você tem alguma em casa ou já quis ter? Sou louca pra ter uma de balanço no meu quarto!

 
INÍCIO | PRA TI SOU ELI | CUBO URBANO? | EU, VITIMISMO | ARQUITETURA | POESIAS | CONTATO


Desenvolvido por Michelly Melo
Ilustração por Gabriela Sakata
CUBO URBANO 2014 - 2018