nenhum canto será tão sofrido

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018
ao ler meus versos imaculados
teus olhos não esperarão pelo sono
e o choro será por alegria
tudo que não foi dito
caberá
chorará só, o sabiá
pois os versos imaculados,
lhe roubará a companhia no mundo que nos coube viver
renunciarei a hora que me atiraria teu sorriso mais bonito
que guarde, à quem terá a coragem de dizer tudo que caberá nos versos imaculados,
olhando ao fundo, nos olhos
dilatando o peito.

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
INÍCIO | PRA TI SOU ELI | CUBO URBANO? | EU, VITIMISMO | ARQUITETURA | POESIAS | CONTATO


Desenvolvido por Michelly Melo
Ilustração por Gabriela Sakata
CUBO URBANO 2014 - 2018