tempo, tempo!

12 de nov de 2017

desde o principio
não se sabe quando termina

intangível
célere
onipresente
suficiente
tempo, tempo!

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo
CUBO URBANO 2014