nome blog

cada escolha uma renúncia

sexta-feira, 10 de novembro de 2017



esperar. verbo com etimologia bonita. se relaciona muito bem com a expectativa. essa que vem com fala mansa e te dá o direito de esperar pelo bom, mas quando decide gritar sai frustrando a ex-futura felicidade.

mas quem é que espera desprevenido?

prevenção. é esperar com subversivos, se acontecer aquilo que não deseja.

escolhas são renúncias. noite passada, com um assopro no cangote - como alguém que, com muita dificuldade sussurra "socorro!" -, acordei decidida em ser subversão pras frustrações. pras suas frustrações - eu gostaria de ser pra todos, mas no meu abraço só cabe tu e os teus problemas.

permaneço dobrada numa posição nunca explorada antes. e que a poeira me consuma! - do pó vim e voltarei.

porque, se algum dia tu naufragar, quero ser a primeira a inflar e proteger a qualquer custo esse teu peito frágil e jurar que ainda não chegou sua hora de recomeçar pra eternidade.

em solo sereno, a minha dor será indiferente - sentida com gosto. tão pequenina, se aproximada a dor de nada poder ter feito.

"muito prazer, ao seu dispor, por amor às causas perdidas..."

0 comentários:

Postar um comentário