Casa contêiner

       Já imaginou viver dentro de um ou vários módulos de contêiner(es)?
       Nunca, jamais, me imaginei vivendo dentro de contêineres. Até ver duas construções em minha cidade e me apaixonar.
       Tinha ouvido algumas pessoas dizerem, mas nunca me interessei nem por ver. E todo esse tempo que fiquei sem ver, foi desperdiçado.
       Meu Deus, quando vi enlouqueci, preciso entrar lá! Queria poder conhecer cada "canto" lá dentro, mas creio que não será possível, pois é um espaço de Engenharia (fotos abaixo).





      Só por essas duas cores: azul e laranja, já me ganhou! Mas além disso ele é composto de metal, quem lê o blog há algum tempo, sabe que sou super apegada em acabamento bruto, ou seja, concreto, madeira, aço...
      Depois de ver essa arte arquitetônica sabem o que fiquei querendo? Morar numa casa contêiner. 
      Sou muito indecisa... 
      _ Ah Eli, mas também sou, na hora de escolher roupas, calçados, cores...
      Quem me dera que fosse só nisso! Eu sofro de indecisão constante (haha) na vida!
      Por esse mal horrível (eu acho horrível) tenho poucas opiniões próprias, formadas sobre muitos assuntos do cotidiano!
      Mas voltando... Me diga um lugar que é super natural, pra se encontrar um (ou mais) contêiner(es)? A resposta é retorica, na obra, construções.
      Na maioria das vezes são utilizados para fins, tais como para armazenamento de materiais, ferramentas e objetos ou como escritório onde ficam os projetos e informações sobre a edificação, ou ainda, como plantão de vendas.



      O que veremos agora, é impressionante: uma casa feita com 31 contêineres!

       Vamos ao espaço externo:






      É impressionante, é lindo aos meus olhos e quase inacreditável! 
      Tem uma ligação incrível entre ambientes e a natureza, o que eu amo. Possui algumas artes em grafite em sua parede, talvez, eu trocaria por uma outra arte abstrato ao invés da escrita, mas isso é só um detalhe (e um grande detalhe!). 
      A madeira no deck e no forro foram um super acabamento, perfeito ao ambiente. 

       Espaço interno:














       O espaço interno é perfeito! Super espaçoso e aconchegante e ainda, garante sincronia com a natureza!
       Como a maioria, das tecnologias (ou todas), essa também possui prós e contras. Vamos lá?!

Prós:
  • Economia de aproximadamente 35% no custo total da residência, desde a fundação da casa até o revestimento externo;
  • A estrutura é resistente, pois é projetado para resistir às diversas intempéries e suportar grandes cargas, sua vida útil em construções pode durar até 90 anos;
  • Agilidade na construção: entre 60 a 90 dias para ficar pronta;
  • Reutilização de materiais nobre descartável (contêineres) o que proporciona economia de recursos naturais (areia, tijolo, cimento, água...). Isso gera uma obra limpa, com redução de entulho e de outros materiais;
  • Podem ser facilmente levantados sobre estacas acima do nível do solo, útil principalmente em áreas com risco de inundação ou com dificuldades para aterrar/ fazer piso;
  • Impermeabilização máxima de 15% do terreno preserva o solo e lençol freático: o projeto respeita ao máximo o relevo natural do terreno, evitando interferências no solo e no lençol freático. Mais de 85% do terreno fica permeável, contribuindo para absorção da água das chuvas;
  • Ventilação cruzada nos ambientes: Nesses projetos são utilizadas janelas e aberturas para evitar o uso de ar condicionado.

Contras:
  • É um bom condutor de calor e péssimo isolante acústico exige acabamentos e revestimentos para garantir o conforto do(s) morador(es);
  • Por ser um material cujo manuseio e corte exige mão-de-obra especializada, podendo encarecer os custos;
  • É necessário exigir do vendedor um documento que certifique que o contêiner adquirido nunca transportou produtos tóxicos ou prejudicial a saúde e mesmo assim recebeu tratamento adequado.
Enfim, a planta baixa da casa com 31 módulos de contêineres:

       Economia, praticidade, estilo e sustentabilidade. São alguns adjetivos que resumem a construção com contêineres.

Abandono ao blog!

   Espere! Não vou deixar o nosso blog pra sempre, mas deixei ele sozinho por alguns dias certo?! Então vim dizer o porque.
   Bom, resumidamente  vou dizer com pouquíssimas palavras. Comecei a trabalhar novamente! Dessa vez num a frequência mais cansativa, em pé o dia todo :s
   Agora, pelo menos nas primeiras semanas até  me acostumar com o cansaço, não tenho previsão de quando voltarei.
    Só queria mesmo avisar a vocês amigas(os)! :)
    Deus abençoe cada um(a)! E até breve, muito breve...

Higiene e Segurança do Trabalho - HST

hst
      Esse post terá poucos views, pois quando falo sobre a Construção Civil em si, poucos se interessam. O publico gosta mesmo é de decoração. Mas o blog como eu já disse, trata-se de Construção Civil e Interior abrangendo de tudo um pouco sobre esses dois assuntos que são tão ligados.
      Mas vamos lá! Hoje o assunto é...



       Particularmente eu sempre levei "em conta" a Segurança no trabalho. Existem pessoas super desapercebidas em seu local de trabalho, o que eu acho uma irresponsabilidade temerosa!
       Como todos sabem, vou começar o curso de Arquitetura e Urbanismo em 2015 (tenho muita fé pelo menos!). O curso tem a duração de 05 anos. 
       Após a conclusão do mesmo, pretendo fazer uma Pós-graduação, o que ninguém sabe (ainda, pois nunca comentei). Essa pós será Engenharia de segurança do trabalho. Já pesquisei e encontrei o curso na mesma instituição em que vou me matricular (em minha cidade). Encontrei também em Campinas (fica a 39 min e possui uma distancia de 28,9 km de Indaiatuba)
       Logo que tive a matéria de Segurança do trabalho dentro do curso de Edificações, percebi que era pra mim essa área também. É tão importante (superficialmente não parece), é um compromisso na Construção!
       Estou dizendo "Construção" por ser uma área bastante perigosa e que requer muita cautela, e também por ser o tema do blog. Mas a Segurança deve estar presente em todo e qualquer ambiente, e lembre-se, não somente no trabalho, mas também em nosso lar.


       Acidentes como eu já disse, podem acontecer em nossas próprias casas por motivo de "ignorância" pessoal, devemos estar atentos, com  o mal posicionamento de móveis, fios, aparelhos, objetos em lugares impróprios, escadas, pequenos degraus, pedras, eletricidade, sacadas, pisos...


       Segurança do Trabalho: É um conjunto de ciências e tecnologias que tem o objetivo de promover a proteção do trabalhador no seu local de trabalho, visando a redução de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais. É uma das áreas da segurança e saúde ocupacionais, cujo objetivo é identificar, avaliar e controlar situações de risco, proporcionando um ambiente de trabalho mais seguro e saudável para as pessoas.


     Higiene do Trabalho: Conjuntos de medidas que são adotadas visando minimizar os acidentes de trabalho, doenças ocupacionais, bem como proteger a integridade e a capacidade de trabalho do trabalhador.
       Enfim! Comecemos a contar 6 anos e 8 meses a partir de Janeiro/ 2015. Quando todo esse tempo acabar, serei Técnica em Edificações, Arquiteta e Urbanista e Engenheira de Segurança do Trabalho. Isso está entre outros "pequenos" cursos que ainda virão por ai :)
        Bom, espero estra realizada e super satisfeita, pra voltar a ler esse post! Deus abençoe eu, e vocês :)

Meu dormitório, segundo o projeto!

       Meu dormitório é um cubículo! Possui dimensões "reduzidíssimas" (as minimas possíveis, ou menores ainda). Ele possui aproximadamente 7,37 m², acredite!
       _ Nossa Eli! Quem foi o arquiteto (a) responsável pelo projeto?
       O projeto foi de uma arquiteta! Mas a culpa não foi "só" dela, calma!
       No inicio, assim que meus pais pensaram em construir, logo foram atras de um (a) profissional para começar a construir, pois morávamos em uma edicula composta apenas por um comodo (somos em 05 pessoas). Tínhamos duas camas e um berço: a cama dos meus pais, uma cama para meus irmãos e o meu berço. Precisávamos sair de lá! E quanto antes, melhor.
       Enfim... Voltando a historia da planta...
     Depois de passar com uma arquiteta que não foi educada com eles, resolveram trocar. Encontraram outra. Disseram nosso programa de necessidades à ela e disseram também que: gostariam de futuramente fazer um sobrado, ou seja, ampliar a casa verticalmente!
       Mas o que ela fez?
      Projetou os dois supostos pisos que a casa teria caso algum dia fosse sobrado, esquecendo que: não era algo certo!
       Resumindo... O meu dormitório hoje, é o comodo onde seria a copa da cozinha. E logo imagina-se: a porta sai na cozinha (por isso que disse isso pra vocês numa outra postagem!)
       Eu não culpo só ela, pois meus pais não conseguiram prosseguir com a suposta "ampliação" que eles haviam dito na "entrevista".
       Hoje trouxe algumas inspirações de dormitórios maravilhosos, onde podemos recortar algumas (ou muitas) idéias e colar em nosso ambiente!


Cama suspensa

       É uma opção pra quem necessita de uma bancada de estudos mas sem perda de espaço!






Cama comum

     É a minha preferida, já dormi em beliche (na cama inferior), mas causa uma sensação de sufoco, limite. Afinal são poucos cm entre uma cama e outra (e a minha não dava nem pra sentar na cama :/)